Rolê chileno – Fiestas Patrias

E aí que desde o primeiro post que eu fiz falando algo sobre o Chile (sim, o primeiro de só 2/ sim, o do terremoto) eu to planejando falar alguma coisa sobre as Festas (fiestas) Pátrias chilenas e até agora to aqui empacada. Aí você me diz “aff que assunto zoado…deve ser mó sem graça isso” e eu te respondo: 1- eu falo do que eu quiser aqui; 2- eu realmente achei bem interessante as festas pátrias porque é uma mistura de muita coisa que temos no Brasil.

IMG_0323
Fonda Parque Padre Hurtado 2015

Vamos lá. As fiestas patrias chilenas acontecem nos dias 18 e 19 de setembro (por isso também conhecidas como el dieciocho), sendo basicamente a comemoração da independência do Chile (não vou ficar detalhando o processo todo aqui, mas caso alguém tenha interesse na Wikipedia tem tudo explicadinho, em espanhol). Um adendo: sim, comemoração da independência e muito bem festejada, diga-se de passagem (além de eles acharem esquisitíssimo a gente só ter um feriado, uns desfiles e boa nessa data no Brasil).

IMG_0303
Cueca (sim, é o nome da dança, não me culpem)

O que acontece nesse feriado é que praticamente nenhum tipo de comércio abre e quase toda a população se reúne nas chamadas fondas pra comemorar. Depois de muito quebrar a cabeça, eu concluí que as fiestas patrias são uma mistura de várias datas e comemorações que conhecemos. Vou tentar explicar: as fondas são como se fossem quermesses ou festas juninas (muitas comidas e muitas danças típicas); esse feriado para os chilenos é como se fosse o carnaval pra gente (um feriadão comprido pra comemorar, beber e fazer churrasco); o pessoal considera importante a nível de Natal (famílias reunidas e etc); tem arena de rodeio (mas sem rodeio, óbvio, no lugar dele só apresentações de danças típicas) e por aí vai.

IMG_0347.jpg
Apresentação da ‘Banda Montada’ do exército

Sobre as fondas, ou especificamente a que eu fui: Parque Padre Hurtado

Como eu comentei ali em cima, as fondas são como quermesses. Várias ‘barraquinhas’ de comidas típicas, pessoal enchendo o bucho e a cara e muito terremoto (sim, o drink). E além disso, apresentações de danças típicas de todas as regiões do Chile e, olha, vou confessar, foi MUITO legal, MUITO cultural e bem bonito.

IMG_0186.jpg
Quem disse que no Chile não tem churrasco?

Além das fondas, sempre no dia 18 de setembro acontece o desfile da Escuela Militar (coisa que eu só descobri no dia 19, parabéns pra mim…mas 2016 ta aí pra isso) que começa no centro do Parque O´Higgins e termina na própria Escuela Militar (dá pra se localizar pela estação de metrô – linha 1, vermelha).

Resumindo: É um porre visitar um lugar e pegar um feriado desses que o país para mas, caso você vá parar no Chile nas fiestas patrias, não dispense uma fonda.

IMG_0351
Pessoas felizes bailando la Cueca

Pra quem quiser saber mais, recomento posts do Pigmento F (a Fê é brasileira e mora em Santiago e o blog dela é cheio de dicas e muito bem escrito) e do Viaje na Viagem (blog muito bom e tem dicas de quem não mora aqui).

Beijos e, caso venham, espero que gostem 🙂

Leave a comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *